Emergência Pré-Hospitalar

Bombeiro de Palmela Morre em Certificação de Provas para a EIP

Um bombeiro de 43 anos, pertencente à corporação de Palmela, morreu na manhã desta quarta-feira quando se preparava para realizar prova de certificação para integrar as Equipas de Intervenção Permanente (EIP) da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

A morte de Paulo Cardoso, a vítima, ocorreu na zona da Sobreda de Caparica, Almada, numa pista de atletismo usada normalmente pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) para a realização de provas de certificação de bombeiros.

O bombeiro de 43 anos desmaiou quando se preparava para iniciar as provas físicas. Ainda foi transportado para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, com sinais vitais. Morreu à entrada desta unidade hospitalar.

“O Paulo era um bombeiro exemplar. Lidei com ele durante 27 anos, e sempre teve dedicação total ao corpo de bombeiros”, segundo Otávio Machado, ex-presidente da direção dos bombeiros de Palmela.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
Fechar

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.